PETROL√ÉO: “Toda a c√ļpula sabia dos desvios”, afirma ex-gerente da Petrobras

Segundo o advogado Ubiratan Mattos, que representa a ex-gerente..

1641 likes, 137 comments1 day ago

O Brasil vive hoje o maior esc√Ęndalo de corrup√ß√£o jamais visto at√© mesmo no mensal√£o, todos eles durante o governo do PT e, no caso do Petrol√£o,..

1518 likes, 358 comments2 days ago

Sigilo de parlamentares envolvidos na Lava Jato engessa Congresso, diz Caiado

O líder da Minoria no Congresso Nacional, Ronaldo Caiado (GO),..

1876 likes, 172 comments2 days ago

Quer saber como foi a semana dos nossos senadores? Confira o informativo da Liderança do Democratas no Senado!

524 likes, 26 comments2 days ago

PETROL√ÉO: “Houve m√° f√© mesmo”, diz CGU sobre compra de Pasadena

Auditoria apresentada pelo órgão constatou que a Petrobras teve um prejuízo..

1222 likes, 77 comments2 days ago

Carta do Presidente


Baixe a vers√£o para impress√£o.

Projeto Democrata para o Brasil

Dia 15 de mar√ßo, tomei posse como presidente do DEM reafirmando compromissos program√°ticos fortes e transparentes. A come√ßar, pela defesa do sistema pol√≠tico democr√°tico, plural e participativo e uma economia baseada na livre-iniciativa. E tamb√©m, neste momento, a import√Ęncia do papel da oposi√ß√£o, em que, por defini√ß√£o, n√£o h√° lugar para oportunismos. Ideias claras e contundentes s√£o fundamentais para a exist√™ncia de um partido pol√≠tico comprometido com o Pa√≠s. Neste sentido, o de valorizar concep√ß√Ķes e doutrinas, √© poss√≠vel enfatizar alguns de nossos princ√≠pios e pr√°ticas:

  • Nenhum partido do Brasil possui a converg√™ncia de ideias do Democratas. √Č a √ļnica agremia√ß√£o brasileira que tem todas as condi√ß√Ķes de defender os direitos individuais e a irrestrita liberdade de imprensa, express√£o, pensamento e religi√£o como formula√ß√£o partid√°ria. O partido se op√Ķe a todos regimes n√£o-democr√°ticos, n√£o importa a ideologia.
  • O DEM exige que o Estado sirva √† sociedade e n√£o a sociedade sirva ao Estado.
  • √Č preciso lembrar que ideias como as nossas garantiram riqueza, prosperidade e justi√ßa social para alguns dos pa√≠ses mais poderosos do mundo, como EUA, Inglaterra e Alemanha. Foram essas concep√ß√Ķes que deram certo e n√£o o populismo que empobreceu muitas na√ß√Ķes. O DEM √© a garantia da preserva√ß√£o dessas ideias de liberdade e progresso social no Brasil. O partido defende um liberalismo moderno, voltado para a produ√ß√£o, o emprego e o bem-estar social.
  • O DEM √© implac√°vel contra o incha√ßo desmedido da m√°quina p√ļblica, a centraliza√ß√£o do poder do Estado, a eleva√ß√£o da carga tribut√°ria, e o aumento descontrolado dos gastos p√ļblicos, que limitam o crescimento e provocam a infla√ß√£o.
  • O DEM defende a compatibiliza√ß√£o dos gastos p√ļblicos com o aumento da efici√™ncia dos servi√ßos, particularmente nas √°reas de seguran√ßa, sa√ļde e educa√ß√£o, com descentraliza√ß√£o at√© o n√≠vel dos munic√≠pios, presta√ß√£o de contas e transpar√™ncia.
  • O DEM defende valores como o m√©rito, igualdade de oportunidades e a seguran√ßa jur√≠dica.- O DEM defende a participa√ß√£o do capital privado nos setores em que o Estado n√£o tem dinheiro para fazer a infraestrutura que o pa√≠s exige: estradas, energia, aeroportos e portos, entre outros empreendimentos.
  • O empreendedor deve ter seguran√ßa para poder investir e gerar empregos. O DEM √© o partido que mais encoraja o empreendedor, de pequeno, m√©dio ou grande porte. S√£o esses her√≥is os principais respons√°veis pela gera√ß√£o de emprego e a diminui√ß√£o da pobreza no Pa√≠s.
  • O DEM √© um firme defensor das ag√™ncias reguladoras, como protetoras das cidad√£s e dos cidad√£os no uso dos servi√ßos p√ļblicos.
  • Coerente com seus princ√≠pios, o DEM liderou o movimento que impediu a manuten√ß√£o da CPMF, em 2007. Foi o fato mais vis√≠vel do seu trabalho em obedi√™ncia ao desejo da sociedade, reafirmando a independ√™ncia do poder Legislativo.
  • O DEM √© rigoroso e intransigente em rela√ß√£o ao padr√£o √©tico na vida p√ļblica. Todos os envolvidos em esc√Ęndalos ou desvio de conduta foram expulsos ou obrigados a renunciar.
  • O DEM, nas suas origens, foi um dos principais respons√°veis pela transi√ß√£o democr√°tica brasileira. Os votos do partido asseguraram a vit√≥ria de Tancredo Neves no Col√©gio Eleitoral, em 1985. Na √©poca, aos 39 anos, governador do Rio Grande do Norte, ajudei a fundar um partido comprometido com as elei√ß√Ķes diretas para presidente.
  • O DEM defende a concilia√ß√£o da prote√ß√£o do meio-ambiente com desenvolvimento e gera√ß√£o de empregos. Isso √© modernidade.

José Agripino
Presidente Nacional do Democratas