Ações da gestão de ACM Neto contra o coronavírus são aprovadas por 84% da população

20 de Maio de 2020

Pesquisa realizada pelo DataPoder360 mostra ainda que 79% dos soteropolitanos aprovam a gestão do prefeito de Salvador.

As ações da gestão ACM Neto são aprovadas por 84% da população de Salvador, afirma pesquisa realizada pelo DataPoder. Os que reprovam as medidas de contenção ao vírus são 1%. Avaliações regulares somam 14%.

A aprovação do trabalho de ACM Neto frente ao coronavírus cresceu 7 pontos percentuais em relação ao último levantamento, realizado de 27 a 29 de abril, quando o prefeito teve a gestão bem avaliada por 77%.

O chefe do Executivo municipal de Salvador afirmou na 5ª feira (14.mai.2020) que estuda ampliar medidas restritivas severas em alguns bairros da capital baiana.

Salvador já tem 4 bairros sob regime de lockdown –confinamento mais restrito. O prefeito decretou a medida nas áreas com menos isolamento social, e, consequentemente, com alta no número de casos da covid-19. Nesses bairros estão sendo aplicados testes rápidos para medir o impacto da doença.

ACM Neto disse considerar também o bloqueio geral em todo município. O intuito é desafogar o sistema de saúde, que registra alta taxa de ocupação devido às internações provocadas pelo coronavírus. ACM Neto, contudo, disse que uma ação para instituir o lockdown na capital é prerrogativa do governador Rui Costa (PT).

Comparado a Costa, a atuação de ACM Neto frente ao surto de coronavírus é mais bem avaliada. Os 84% de respostas positivas estão bem acima dos 67% registrados pelo governador na capital.

A avalição do prefeito soteropolitano é bem superior à do presidente Jair Bolsonaro na capital baiana. O chefe do Executivo federal tem apenas 24% de aprovação em Salvador. Outros 54% avaliam o governo federal como ruim ou péssimo e 15% como regular.

A pesquisa mostra ainda  que 79% dos soteropolitanos aprovam a gestão do prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM), o ACM Neto. Outros 15% acham a administração regular. Apenas 1% escolhe as opções ruim ou péssimo.

A pesquisa foi realizada de 11 a 13 de maio pelo DataPoder360, divisão de estudos estatísticos do Poder360, em uma parceria editorial do jornal digital Poder360 e o jornal “A Tarde”, de Salvador (BA). O levantamento teve patrocínio da Associação Comercial da Bahia.

Na Bahia, por meio de ligações para celulares e telefones fixos, foram entrevistadas 2.500 pessoas em 200 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Dentro dessa pesquisa, foi destacado o recorte de 800 pessoas residentes em Salvador. Para os resultados do estudo na capital, a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

DataPoder360 também realizou um levantamento nacional por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 512 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

*Com informações do Poder360.

fale conosco