Alexandre Leite propõe aumento da margem de empréstimos consignados

20 de Abril de 2020

O projeto amplia a margem consignável para operações de crédito com autorização de desconto de prestações em folha de pagamento.

Em razão dos impactos da pandemia do coronavírus na economia, o deputado Alexandre Leite (SP) apresentou, no último dia 16, um projeto para ampliar a margem consignável para operações de crédito com autorização de desconto de prestações em folha de pagamento. A autorização permaneceria enquanto durar o estado de calamidade pública.

“A proposta tenta minimizar os impactos da crise econômica sobre as famílias brasileiras, pois a velocidade dos efeitos da pandemia impossibilitou o planejamento familiar, transformando assim o recurso do credito consignado, por vezes, a única fonte financeira capaz de custear as despesas dessas famílias e garantir sua sobrevivência”, argumentou Alexandre Leite.

Segundo o projeto, a margem consignável dos empréstimos aumentaria para 45%, um acréscimo de 10% na margem atual, mantidos os 5% destinados exclusivamente para amortização de despesas contraídas por meio de cartão de crédito ou utilização com a finalidade de saque por meio do cartão de crédito.

fale conosco