Aprovada medida que protege trabalhadoras grávidas na pandemia

10 de Setembro de 2020

A deputada omemorou a aprovação do PL 3932/2020, que exige o afastamento da trabalhadora gestante das atividades de emprego presencial durante o estado de calamidade pela pandemia. Ayub é uma das autoras da proposta.

Atenta aos efeitos da pandemia na vida das mulheres e das famílias, a deputada Norma Ayub comemorou a aprovação do PL 3932/2020, que exige o afastamento da trabalhadora gestante das atividades de emprego presencial durante o estado de calamidade pela pandemia. Ayub é uma das autoras da proposta. “A medida ajudará a proteger as gestantes e seus bebês em meio à essa grave pandemia”, disse ela.

A trabalhadora gestante deverá permanecer afastada de atividades de trabalho presencial, sem prejuízo de sua remuneração, ficando à disposição para exercer as funções em seu domicílio, por meio de teletrabalho (homeoffice).

De acordo com um estudo veiculado no periódico médico International Journal of Gynecology and Obstetrics, 124 mulheres gestantes ou no período do puerpério morreram de Covid-19 no Brasil, o que representa 77% das mortes registradas no mundo.

O texto seguiu para apreciação do Senado Federal.

fale conosco