Democratas inicia programa nacional para formar lideranças políticas femininas

17 de Outubro de 2019

Projeto também foca no combate às candidaturas-laranjas para as Eleições de 2020

dorinha

A Estratégia Nacional de Formação Política para Mulheres já é uma realidade. Em outubro, o Democratas Nacional vai lançar uma série de ações para se preparar para as eleições de 2020. A ideia é juntar grandes lideranças e viabilizar um maior número de candidaturas femininas. Hoje, estima-se que 1.291 municípios não possuam sequer uma vereadora, e outros 1.963 têm apenas uma mulher eleita para a Câmara Municipal. Agora, o Democratas Nacional inicia o processo para participar ativamente da mudança desse cenário.

As ações previstas na Estratégia Nacional de Formação Política para Mulheres serão desenvolvidas em fases. O projeto vai subsidiar as mulheres com informações sobre os desafios da vida pública, fornecer embasamento para melhor instrumentalizar suas campanhas eleitorais, e ampliar o conhecimento das participantes sobre a Legislação Eleitoral. Parte da dinâmica será composta por cursos de formações presenciais – que acontecerão em todos os Estados – com a participação de especialistas em Direitos das Mulheres e Comunicação Eleitoral.

Além disso, o Democratas vai disponibilizar Cursos à Distância sobre temas que contribuam com a ampliação do capital político da mulher e estratégia de comunicação. Fará também campanhas de filiação de mulheres e de combate ao uso de candidatas-laranjas (termo utilizado em referência às candidatas selecionadas apenas para o preenchimento das cotas estabelecidas pela Legislação Eleitoral).

A presidente do Mulher Democratas, deputada Professora Dorinha, defende que é hora de atrair e dar suporte na formação de líderes mulheres. De acordo com Dorinha, novas portas estão se abrindo para as mulheres na política e o Democratas tem uma tarefa a ser cumprida: preparar líderes que se preocupem com a igualdade de gêneros e que tenham voz e voto de forma igualitária na disputa eleitoral.

“Estabelecemos metas de ampliação do quadro de filiadas que têm interesse em colocar seu nome à disposição do partido. Ao mesmo tempo, iremos oportunizar a elas as condições necessárias para que possam desenvolver suas campanhas com eficácia. A estratégia do Mulher Democratas é estabelecer um processo de formação política que, mais do que falar sobre as dificuldades, profissionalize as campanhas das mulheres e sua atuação em debates e esferas de representação política, ampliando as chances de sucesso eleitoral”, afirma a Professora Dorinha.

O presidente do Democratas Nacional, prefeito ACM Neto, ressalta que a busca pela maior participação feminina na política brasileira é uma das bandeiras mais firmes do partido para os próximos pleitos.

“Uma das prioridades do Democratas é a ampliação do número de mulheres no partido. E também estamos trabalhando para aumentar a quantidade de candidatas eleitas pela sigla já em 2020. Queremos criar as estruturas necessárias para que as mulheres conheçam o Democratas, sejam acolhidas, e possam contribuir para a construção de um país mais igual e justo”, destaca o presidente.

A Estratégia Nacional de Formação Política para Mulheres é uma reação da Executiva Nacional do Democratas para evitar que, durante as Eleições de 2020, dirigentes municipais tenham dificuldade no preenchimento das chapas eleitorais com candidatas do gênero feminino. A intenção do partido é apresentar mais nomes do que o mínimo exigido pela legislação e indicar postulantes que efetivamente possuam o interesse em concorrer.

Para o Presidente do Instituto Liberdade e Cidadania, ex-Ministro da Educação Mendonça Filho, o programa de formação para as lideranças torna o partido ainda mais forte.

“Queremos mais mulheres e mais jovens no partido e na política. O ILEC vai colaborar garantindo a formação de qualidade e a promoção de ações que assegurem que nossas lideranças, principalmente as mulheres, construam conosco ambientes de campanhas e da própria política, muito mais qualificado e representativo”, reforça.

Mendonça enfatiza ainda que dedicar atenção na busca de soluções para os desafios do Brasil, encontrando mulheres que querem fazer a diferença, é a chave para o avanço das melhorias sociais e do fortalecimento da democracia.

“O ILEC acompanhará as formações e cuidará para que as Mulheres Democratas tenham suas campanhas munidas de instrumentos que ajudem a desenhar soluções para as cidades e, consequentemente, para o país. A interação entre nossas lideranças, que se intensificará com o apoio do partido e da sociedade, será parte fundamental para o resultado das Eleições de 2020 e para o desenvolvimento nacional do Democratas”, acrescenta.

Serviço
Estratégia Nacional de Formação Política para Mulheres Mulher Democratas
Contato: (61) 3311-5263
http://www.mulherdemocratas.org.br/
Instituto Liberdade e Cidadania Contato: (61) 3311-4326
http://www.flc.org.br/

fale conosco