Pedro Paulo apresentará emenda à Previdência para estabelecer renda universal do idoso

10 de Maio de 2019

O deputado avalia sugerir, por meio da emenda, que o valor do pagamento aos idosos seja de 70% do salário mínimo em vigor e, posteriormente, passe a ser reajustado a cada ano pela inflação.

pedro paulo

Em audiência na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), o deputado Pedro Paulo (RJ) afirmou que vai apresentar uma emenda à PEC da Previdência para estabelecer a renda do idoso, benefício universal sem limite de contribuição ou comprovação de renda. O debate sobre a PEC e a apresentação da emenda acontecerão na comissão especial, responsável por analisar o mérito da matéria.

O deputado avalia sugerir, por meio da emenda, que o valor do pagamento aos idosos seja de 70% do salário mínimo em vigor e, posteriormente, passe a ser reajustado a cada ano pela inflação. Além da comissão especial, outros colegiados da Câmara discutem a reforma da Previdência. Na manhã de hoje, o secretário especial da Previdência, Rogério Marinho, esteve na CFT.

Pesquisa da CNI/IBOPE divulgada hoje mostra que, em relação aos benefícios sociais, a maioria dos entrevistados, 77%, acredita que é dever da sociedade garantir um salário mínimo a todos os idosos de baixa renda, inclusive para aqueles que nunca contribuíram para a previdência. Em 2015, esse porcentual era de 69%.

O levantamento revela que a ampla maioria da população (79%) sabe que atualmente alguns grupos de pessoas podem se aposentar com regras diferentes – como tempo de contribuição e valor máximo da aposentadoria. Outros 14% acreditam que as regras de aposentadoria são iguais para todos. “A reforma é importante, decisiva para o País, e a pesquisa mostra que todos têm de dar sua contribuição”, completa.

fale conosco