Proposta de Zacharias para 1ª Infância ganha apoio do Judiciário e Executivo

27 de Junho de 2019

Deputado quer inclusão do desenvolvimento da primeira infância nos currículos dos cursos de saúde no país

Após participar do Seminário do Pacto Nacional pela Primeira Infância – Região Centro-Oeste, na última terça, 25, o deputado federal Dr. Zacharias Calil (DEM-GO) foi convidado para uma reunião com o Ministro da Educação, Abraham Weintraub. Na ocasião, Zacharias apresentou ao ministro a indicação nº 851/2019 de sua autoria, para que o desenvolvimento integral da primeira infância seja incluído nas Diretrizes Nacionais Curriculares de todos os cursos de graduação da área de saúde.

 

“O período que abrange os primeiros seis anos de vida da criança vem sendo designado como a primeira infância. Descobertas científicas nas últimas décadas têm apontado essa etapa inicial da vida como um período crucial para o desenvolvimento humano.”, justifica o texto do requerimento.

 

Em Brasília, Zacharias faz parte da Frente Parlamentar em Defesa da Primeira Infância e é o coordenador e representante do Centro-Oeste dentro da Câmara Federal. Ele considera de grande importância essa inclusão, uma vez que, segundo sua observação, a consulta médica da criança é uma janela única e pequena para mapear seu desenvolvimento.

 

“Precisamos não apenas tratar doenças, mas também trabalhar o desenvolvimento integral das crianças em seus primeiros anos de vida. Estudos nacionais e internacionais demonstram que a evolução e o contexto interativo em que estão inseridas as crianças têm grande impacto sobre seu desenvolvimento integral e sobre as capacidades futuras, com consequências que se desdobram não somente no campo individual, como também para o restante da sociedade.” salientou Zacharias na ocasião.

 

Apoio de ministro e Judiciário

 

O requerimento, que foi encampado pela Frente Parlamentar Mista em Defesa da Primeira Infância, obteve a aprovação imediata do ministro Weintraub. Ele afirmou que a indicação será aceita e que de imediato já será lançada em cinco cidades brasileiras, incluindo Goiânia. Ele ainda afirmou que é defensor da primeira infância e entende que trabalhar para melhores condições nesse período é fundamental para uma boa qualidade de vida.

 

“As mudanças (para uma melhor qualidade de vida) devem começar desde a gestação. Esse período (da primeira infância) é muito importante para a formação do cidadão. Vou conversar com Conselho Nacional de Educação, que são os responsáveis pela educação superior, para ver como vamos fazer para implantar essa indicação. A prioridade neste momento para esta nação está na primeira infância” afirmou o ministro.

 

O pedido de inclusão feito por Zacharias obteve o apoio maciço do Poder Judiciário. Durante o encontro, vários promotores e juízes participaram do evento, dentre eles o ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, a Procuradora Geral da República, Raquel Dodge e a juíza Maria Socorro de Sousa Afonso da Silva, do Juizado da Infância e da Juventude de Goiânia. Na ocasião, Maria Socorro apresentou o programa do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Amparando Filhos, que objetiva evitar situações de vulnerabilidade a crianças e adolescentes filhos de mães reeducandas.

 

Para a presidente da Sociedade Goiana de Pediatria, Marise Helena Cardoso Tofoli, que também esteve com o ministro Abraham, o pedido de inclusão é uma grande conquista não só para a qualidade de vida das crianças, mas também para os estudantes que serão novos profissionais mais completos e aptos para atenderem com mais eficiência as necessidades das crianças atendidas por eles.

 

O Seminário do Pacto Nacional pela Primeira Infância – Região Centro-Oeste teve como objetivo promover o diálogo entre os diversos atores responsáveis pela atenção à primeira infância da região Centro-Oeste. O objetivo é conhecer a realidade local e sensibilizar os operadores do direito e as equipes técnicas em relação aos princípios e às diretrizes da legislação brasileira que tratam dessa temática.

 

fale conosco